Acompanhe nossas novidades. Quer receber nossos posts?

Obrigado por se cadastrar!
Desculpe, mas algo deu errado. Por favor, tente novamente.

Fechar uma venda é a tarefa mais comum para um corretor de imóveis, certo? Errado! Infelizmente existem diversos profissionais que sofrem para realizar uma venda e muitas vezes se perguntam: por quê não deu certo?

A resposta para essa pergunta talvez esteja por aqui. Em muitas situações, a responsabilidade do negócio não ter sido um sucesso é totalmente do corretor.

Mas isso não é motivo para desanimar, pois em situações ruins existem lições que nos fazem repensar nossa abordagem e melhorar o nosso discurso.

Separamos 5 dicas que vão te ajudar a fechar mais vendas e arrebentar na sua meta. Vamos ver?

 

1. Pratique a empatia

A gente sabe o quanto é difícil se colocar no lugar do outro, principalmente quando se quer convencer alguém da vantagem de um negócio. Mas, ao colocar a empatia em prática, você terá a oportunidade de entender melhor como o cliente está enxergando aquele negócio.

Se o cliente faz muitas indagações talvez seja porque tem interesse em fechar negócio, seu papel como bom negociador é estar atento a sinais como este! Desperte confiança e segurança em seu cliente e o deixe à vontade para perguntar.

Sempre que mostrar um espaço, pergunte o que ele acha daquela decoração, do tipo de material, se ele pensa em fazer mudanças e algo mais que o ajude a compreender o que o comprador procura.

Talvez isso pareça insignificante, mas saiba que é através dessas perguntas que você vai traçar a personalidade do seu cliente, irá compreender se ele é detalhista, se gosta de coisas mais simples ou até mesmo se ele não tem nenhum interesse no negócio.

Use as respostas para traçar o perfil do cliente e certamente conseguirá identificar mais facilmente as oportunidades e fechar grandes negócios.

 

2. Fique atento aos “gatilhos”

Primeiro vamos entender o que são gatilhos? São decisões que o nosso cérebro toma de maneira involuntária a nós.

Uma espécie de “piloto automático” que faz o cérebro decidir o que é melhor em determinado momento, baseado em experiências do dia a dia.

Use esses “gatilhos mentais” na hora da sua venda!

3. Dê privacidade ao cliente

Uma das dicas mais legais é proporcionar ao cliente a experiência de morar no imóvel que está visitando. Saia um pouco de cena e deixe ele um tempo vivenciando e curtindo o ambiente e o espaço.

A ideia é fazer com que o cliente se sinta parte daquele imóvel, que ele tenha a sensação que aquele é o seu lar, se familiarize e crie um vínculo com local.

Acredite! Quando o cliente se sente bem no lugar, ele vai desejar muito ter aquele imóvel. E esse sim é o momento ideal para fechar um negócio de sucesso.

4. Estimule a imaginação do seu cliente

Deixe seu cliente encantado com o imóvel. Tente entender como ele imagina estar vivendo daqui há 5 anos, por exemplo.

Fale da valorização do imóvel a longo prazo e faça com que o seu cliente enxergue as vantagens de fechar o negócio com você.

Não se esqueça! Aquele é o imóvel dos sonhos de qualquer pessoa e o seu cliente precisa dele.

5. Seja amigo do seu cliente

Se você ainda não segue essa dica, está na hora de rever os seus conceitos sobre venda. O cliente pode e deve ser um amigo. Crie vínculos, mas não seja invasivo, existe um limite onde você pode ir.

Não precisa abordar seu cliente todos os dias. Apenas escolha momentos e assuntos oportunos que demonstrem que seu contato vai além venda.